"Eu sou o que me cerca. Se eu não preservar o que me cerca, eu não me preservo".
José Ortega y Gasset

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Estão matando o rio Itajaí Açu!

A qualidade  ambiental do rio representa a civilização de um povo. A sociedade é instruída pela coerção do Estado. Um Estado com governos corruptos, não educa, não instrui, não fiscaliza e não organiza o uso dos recursos naturais de forma sustentável. Em suma, não produz uma sociedade civilizada humanizada. Governos corruptos neoliberais enfraquecem o Estado e repassam o dinheiro público para o mundo privado, e não ao público. A decadência dos serviços do Estado são decorrentes das empresas que usam o nosso dinheiro para o enriquecimento da corrupção. A poluição das águas são decorrentes da corrupção do governo, exemplo para o povo. O rio Itajaí Açu é vítima de anos de governos corruptos nos municípios que passa. Não há desculpa para o que a história registra. Diga não aos partidos políticos envolvidos no assassinato de nosso rio! 

SOMOS UM REFLEXO DA QUALIDADE DA VIDA DO RIO!
CUIDEM DO RIO!

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Tratando do rio, saiba um pouco sobre a transformação da paisagem do rio no Centro de Blumenau

A preocupação em preservar a margem direita do Itajaí-Açu surgiu depois da enchente de 1948, quando imóveis à beira do rio foram danificados. Mas a ideia só saiu do papel no início da década de 1960. Era para ser um muro de arrimo (contenção de enconsta). Depois, um projeto do engenheiro João Caropreso, falecido na década de 1990, passou a contemplar a criação da Avenida Beira-Rio. Leia na integra essa materia clicando aqui!





Algumas notas sobre a exploração da areia no rio Itajaí Açu

Alguns segundos de pesquisa na internet sobre a temática da atividade de extração da areia, e encontramos algumas informações interessantes para inspirar estudos de história ambiental da extração de areia no rio Itajaí Açu. É um tema com poucos estudos historiográficos ou socioambientais com análises interdisciplinares. Mas já foi analisado pelos pesquisadores da FURB (técnicos), e publicado em evento científico (atalho para o texto) Recentemente moradores e empresas do ramo em Blumenau, Gaspar e Ilhota voltaram a discutir a atividade, os impactos e as regras da extração. A seguir estão algumas notas encontradas em rápida pesquisa sobre a temática, e que carece de estudos historiográficos mais aprofundados, principalmente com a abordagem da História Ambiental. 

Para saber mais sobre o assunto recomendamos a leitura de: 

  • Extração de areia no Vale do Itajaí: os impactos ambientais causados por essas empresas mineradoras. Veja o texto clicando aqui!
  • Extração de areia no Rio Itajaí-Açu é tema de reunião em Gaspar. Veja a matéria clicando aqui!
  • Telespectador denuncia extração de areia no Rio Itajaí Açu. Veja o vídeo clicando aqui!
  • Extração de areia no rio Itajaí preocupa os moradores. Veja o vídeo clicando aqui!
  • Estudo científico de pesquisadores da FURB demonstram que a extração de areia é superior ao deposito natural do rio. Veja o artigo clicando aqui!

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

XXV Semana Acadêmica de História FURB História & Diversidades

Organizada pelo Centro Acadêmico de História com coordenação do professor Leonardo Brandão, a XXV Semana Acadêmica de História da FURB em 2018 tratará do tema da Diversidade. Confira o site do evento e a programação clicando aqui. 


sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

O corte da árvore que gerou um movimento ambientalista.

Cientistas analisando a casca da gigantesca árvore.

Duas pessoas em pé no que sobrou

Mais de 100 pessoas não esconderam a gigantesca árvore

Como a morte de uma árvore gigante provocou o movimento de conservação há 165 anos? 

sábado, 17 de fevereiro de 2018

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Pesquisadores divulgam em periódico estudo sobre história das políticas de conservação e das UCs no Vale do Itajaí.

O estudo Evolução das políticas conservacionistas e a criação de unidades de conservação no Vale do Itajaí - SC, publicado na Revista Holos, é parte dos estudos de doutoramento do pesquisador Martin, e contou com apoio de Vanessa Dambrowski, Gilberto Friedenreich dos Santos e Jaqueline Gonçalves Amaro. A pesquisa que resultou na publicação teve apoio da CAPES e CNPq. Para ter acesso a leitura do artigo acesse aqui.

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Yaguas, a mais nova área protegida estabelecida no Peru

O Peru começou a estabelecer unidades de conservação muito mais tarde que o Brasil mas, a partir de 1961, vem recuperando rapidamente o tempo perdido. A última joia da coroa dos parques nacionais peruanos, Yaguas, foi estabelecida no dia 10 de janeiro deste ano, no departamento amazônico de Loreto. Com seus 868.928 hectares, somadas às áreas já existentes, preserva 21% da biodiversidade da Amazônia do país. Já parecia improvável que se estabeleceriam mais parques nacionais no Peru. Com efeito, a luta contra os interesses de petroleiros, madeireiros, agricultores, mineradores, e também de indígenas, todos defendidos por seus respectivos grupos políticos, foi dura e longa para conseguir a criação dos dois últimos grandes parques da atual década. Para continuar lendo acesse aqui!
Fonte: DOUROJEANNI, M. Yaguas, a mais nova área protegida estabelecida no Peru. O ECO, 5 de fevereiro de 2018. 

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Periódicos da CAPES disponibiliza online os números da National Geographic

Para acessar a revista clique aqui
A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) oferece, gratuitamente, pelo Portal de Periódicos, acesso à revista National Geographic. O periódico está disponível ao público desde a primeira edição, de 1888, até o ano corrente. Por meio do acordo da CAPES com a editora responsável pela publicação, todo IP brasileiro terá acesso ao conteúdo. Com quase 130 anos de história, a publicação é reconhecida pela qualidade em fotojornalismo e cartografia, oferecendo cobertura aprofundada de ciência, tecnologia, geografia, culturas, vida animal, meio ambiente e ecologia. Devido à variedade de temas, o título beneficia professores, estudantes, pesquisadores e outros profissionais que têm curiosidade acadêmica e gostam de ampliar seus conhecimentos. Na página da revista, os usuários também têm acesso a edições da National Geographic Brasil, além de materiais de áudio e vídeo originais produzidos pelas expedições da National Geographic Society – entidade norte-americana responsável pela editoração do conteúdo. A National Geographic é mensal e divulgada em vários países. Possui visibilidade internacional devido à sua qualidade editorial e está indexada em uma plataforma de busca de fácil acesso, que permite navegação rápida pelos assuntos de interesse. O periódico é publicado em mais de 30 idiomas, incluindo português, grego, polonês, coreano, hebraico, tcheco e romeno.
A pesquisa pode ser feita por meio de qualquer computador ligado à internet – em casa, na escola, no trabalho ou onde o usuário se sentir confortável para navegar e explorar o conteúdo disponível. Além de visualizar na íntegra os artigos, é possível armazenar as informações de interesse em uma conta pessoal ou ainda imprimir o material para posterior leitura. O acesso pode ser realizado a partir do banner localizado na página inicial do Portal – área “Parceiros” – ou no link buscar base. Há ainda a possibilidade de pesquisa pelo campo buscar periódico, onde o usuário encontrará as opções National Geographic Adventure, National Geographic Explorer e National Geographic Traveler.
Portal de Periódicos
Portal de Periódicos da CAPES é uma biblioteca virtual que reúne e disponibiliza a instituições de ensino e pesquisa no Brasil o melhor da produção científica internacional. Com um acervo de mais de 38 mil títulos com texto completo, 134 bases referenciais, 11 bases dedicadas exclusivamente a patentes, além de livros, enciclopédias e obras de referência, normas técnicas, estatísticas e conteúdo audiovisual.

Criado para ampliar o acesso das bibliotecas brasileiras à informação científica internacional, o Portal é considerado um modelo de consórcio de bibliotecas único no mundo, pois é inteiramente financiado pelo governo brasileiro. Devido a sua abrangência nacional o Portal é a iniciativa do gênero com o maior alcance no planeta.
Verifique o conteúdo do Portal de Periódicos disponível para sua instituição.
(Com informações do Portal de Periódicos da CAPES – CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'CCS/CAPES’
Fonte:<http://www.capes.gov.br/sala-de-imprensa/noticias/8739-capes-disponibiliza-revista-national-geographic-para-todos-os-brasileiros>