"Eu sou o que me cerca. Se eu não preservar o que me cerca, eu não me preservo".
José Ortega y Gasset

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

2º SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE HISTÓRIA AMBIENTAL E MIGRAÇÕES


Já estão abertas as inscrições para apresentação (oral e pôster) de trabalhos para o 2º Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações, que ocorrerá entre 17 e 19 de setembro de 2012.

O evento é uma iniciativa do Programa de Pós-Graduação em História e o Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas da Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC e é coordenado pelo Grupo de Pesquisas Laboratório de Imigração, Migração e História Ambiental - LABIMHA. Ocorrerá em Florianópolis no campus da UFSC. 

O evento tem como temas: Migrações e expansão inter-e intra-continental de espécies animais e vegetais; Agricultura, pecuária e impactos ambientais; Migrações e a saúde nos trópicos; Águas: usos e representações; Discursos, idéias e percepções sobre o meio ambiente; Ambiente e saberes de comunidades tradicionais; Desastres ambientais e políticas públicas.

As inscrições para submeter propostas de trabalho ocorrem de 15/02 até 30/04

Endereços importantes:




Contato:

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
Laboratório de Imigração, Migração e História Ambiental
Campus Universitário - Bairro Trindade
88.040-970 - Florianópolis - Santa Catarina - Brasil

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Participação do GPHAVI no Simpósio Temático: História e Memória Ambiental do XIV Encontro Estadual de História - SC.


Já estão abertas as inscrições para submissão de artigos para o XIV Encontro Estadual de História da ANPUH-SC. Os interessados devem observar as propostas dos Simpósios Temáticos em suas sinopses, e enviar um resumo (propostas). Os resumos deverão ser submetidos de 12 de fevereiro até 31 de março de 2012. Após o recebimento da carta de aceite, os autores devem efetuar o pagamento de suas inscrições, e terão de 1º de maio até 15 de junho para submeter os artigos completos, caso queiram.

Entre os simpósios temáticos aprovados está o de História e Memória Ambiental, coordenado pelo Dr. Carlos Renato Carola, professor do curso de História da UNESC – Universidade do Extremo Sul Catarinense, e pelo MSc Martin Stabel Garrote, historiador do GPHAVI - Grupo de Pesquisas de História Ambiental do Vale do Itajaí, da FURB - Universidade Regional de Blumenau.

Assim fazemos a todos os pesquisadores e interessados na temática da História Ambiental e Memória Ambiental, o convite de submeter para avaliação seus artigos (resultados de pesquisas) no Simpósio Temático: História e Memória Ambiental, cuja Ementa é:

"A história dos grupos humanos é uma história construída por meio de representações e relações com os seres vivos e os diversos ambientes da natureza. O individuo humano, os grupos sociais e as sociedades de um modo geral, possuem em seus respectivos arquivos de memórias lembranças de um passado que nos informam sobre coisas do mundo natural e sobre processos de ocupação e transformações de ambientes. Por isso, a memória individual e social também contém a sua dimensão ambiental. Este Simpósio Temático se propõe a refletir sobre o conceito de “memória ambiental” e suas diversas possibilidades de ensino e pesquisa; propõe-se a discutir o lugar da História e Memória Ambiental no campo de ações das políticas públicas de restauração e preservação de ambientais naturais; e fundamentos históricos para uma educação ambiental que busca se libertar da lógica economicista e antropocêntrica". 
Palavras-chave: História ambiental, memória ambiental, educação ambiental.




segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Bolsistas PIBIC Jéssica e Ricardo coletam a memória ambiental dos moradores do entorno da Reserva Biológica do Sassafrás, gleba Doutor Pedrinho-SC

Neste último final de semana bolsistas PIBIC, Jéssica e Ricardo, e o Prof. Gilberto foram a campo coletar a memória ambiental das comunidades do entorno da Reserva Biológica do Sassafrás da gleba de Doutor Pedrinho. 

Visita nas comunidades para reconhecimento


No campo os bolsistas estabeleceram contato com membros das comunidades, localizaram os moradores antigos, estabeleceram uma rede de entrevistas, e iniciaram as atividades de História Oral.

Família Heinrich, moradores da comunidade Ribeirão Lima (2012)


Após a interação: bolsistas - pesquisador e comunidade, as entrevistas foram resgatando as memórias de como era o ambiente no passado, como era a ocupação do solo, quais foram os ciclos de exploração nas regiões, assim como era a vida cotidiana desses moradores da floresta. Foram coletadas imagens antigas nas coleções pessoais de fotografias dos moradores, recortes de jornais, e outros documentos que dão pistas sobre a história local. 

Foto de uma das primeiras famílias da comunidade de Ribeirão Lima (região conhecida antigamente como Heimat), em Doutor Pedrinho (aproximadamente anos 1950)


Foto de uma página do Jornal do Médio Vale, de 22 de setembro de 2001, com reportagem especial sobre o Heimat

Mapa com a divisão dos lotes na comunidade Ribeirão Lima, Dr. Pedrinho 

Além disso os bolsistas também conheceram as estruturas antigas, ranchos, ferramentas, e vestígios de uma antiga serraria de Sassafrás





Vestígios de uma fábrica de óleo sassafrás na comunidade de Forcação, em Dr. Pedrinho  (2012).


Antiga chaminé à beira de um rio em Forcação. Era usada para a queima do cavaco (pequenos pedaços de madeira obtidos através de picagem) que sobrava na fábricação de óleo de sassafrás (2012).


Vestígios de onde havia uma serraria e fábrica de óleo de sassafrás (2012).

O que sobrou das caldeiras e tinas, usadas antigamente na fabricação do óleo sassafrás (2012) 

 Os cemitérios das comunidades também foram visitados, e neles os bolsistas coletaram registros sobre as antigas famílias das comunidades.

Cemitério localizado atrás da Igreja Cristo Rei, na comunidade de Ribeirão Lima (Heimat), Dr. Pedrinho (2012). 

A pesquisa caminha para sua metade, e em breve postaremos mais informações.
OBS: O material pode ser usado (reproduzido) desde que citada a fonte: Grupo de Pesquisas de História Ambiental do Vale do Itajaí.

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Documentário (curta 26 min) sobre Mata Atlântica de Paulo Rufino

Importante ferramenta para estudo, o documentário Mata Atlântica (2003), de Paulo Rufino, apresenta em 26 minutos um panorama da história natural e ambiental da floresta, apresentando imagens e relatos com cientistas especialistas. 

O Documentário está disponível no Youtube, segue endereços de suas três partes:

Mata Atlântica CNRBMA


Parte 1

Parte 2

Parte 3

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Para refletir!

Segue reflexão compartilhada pelo nosso colega da SOLCHA Guilhermo: