"Eu sou o que me cerca. Se eu não preservar o que me cerca, eu não me preservo".
José Ortega y Gasset

CHAMADA 03/2018 DE BOLSAS DE IC DO GPHAVI

CHAMADA DE BOLSAS GPHAVI

O GPHAVI está selecionando dois estudantes da Graduação da FURB para atuar como bolsistas de Iniciação Científica em projetos aprovados pelo Edital PIBIC CNPQ / PIBIC FURB 03/2018.
Os projetos abaixo relacionados foram aprovados no Edital PROPEX Nº 03/2018 - PIBIC/CNPq – PIBIC/FURB 2018-2019. 


>O acervo do Grupo de Pesquisas de História Ambiental do Vale do Itajaí e sua contribuição para análise do desenvolvimento regional no entorno do Parque Nacional Serra do Itajaí-SC (Bolsa PIBIC FURB).

Resumo:
O Grupo de Pesquisas de História Ambiental do Vale do Itajaí - GPHAVI vem desde 2004-2014 investigando a História Ambiental do entorno do Parque Nacional da Serra do Itajaí - PNSI. Durante este período realizou diversas pesquisas nas 32 comunidades do entorno do parque tendo como um dos procedimentos metodológicos a aplicação de entrevistas, e adotando um modelo de tratamento dos dados utilizado na História Oral. Assim foi estabelecido um acervo de entrevistas de antigos moradores que viveram no entorno do parque antes de sua criação, e relatam sua memória ambiental da localidade. A proposta pretende investigar a contribuição das informações do acervo de entrevistas do GPHAVI para o estudo do desenvolvimento regional do entorno do PNSI. Como procedimentos metodológicos o acervo será identificado, analisado e listado para compreender os processos de desenvolvimento de cada comunidade encontrada. Com o levantamento total será possível ter uma panorama dos principais processos do desenvolvimento regional presentes na história do território que hoje compreende o parque. 
Plano de Trabalho
De agosto até dezembro o acervo será organizado, e dividido em comunidades. 
De novembro até março serão identificados os usos do solo e meios de sobrevivência das comunidades; 
De fevereiro até junho será feito o levantamento das atividades econômicas; 
Março entrega do relatório parcial; 
De abril até julho será determinado e listado os processos de desenvolvimento identificados. 
Em julho será realizado o relatório final, assim como material para divulgação. 

>A produção do Arroz no município de Massaranduba (Santa Catarina): sociedade, tecnologia e natureza (Bolsa PIBIC CNPq)
Resumo:
Nas últimas décadas a água vem sendo ameaçado pelas ações antrópicas, que resulta em prejuízo para a própria humanidade. A crise da água é, antes de tudo, uma crise de gestão desse recurso natural, mais do que a escassez ou contaminação. A temática da pesquisa é a relação sociedade, tecnologia e natureza na rizicultura no município de Massaranduba. A rizicultura irrigada é uma atividade econômica que utiliza agrotóxicos e depende do consumo de água obtido dos cursos de água. O município está localizado no Nordeste do Estado de Santa Catarina, fazendo parte da Bacia Hidrográfica do Rio Itapocú, e a rizicultura é uma das principais atividades econômicas na bacia, representando grande importância para a dinâmica econômica e social da região. Considera-se a tecnologia não apenas como uma forma de desenvolvimento econômico, mas também como um fator que gera impactos no meio ambiente. O objetivo geral da pesquisa é analisar a relação tecnologia, sociedade e natureza na rizicultura no município de Massaranduba a partir de uma perspectiva histórica e as transformações ambientais provocadas por essa relação. Os objetivos específicos são: a) investigar a evolução da tecnologia empregada na rizicultura; b) identificar e analisar os padrões de desenvolvimento da tecnologia na rizicultura; c) entender a percepção dos agricultores sobre as inovações tecnológicas na rizicultura; e d) compreender as transformações ambientais causadas pelas técnicas empregadas na rizicultura, e se essas técnicas reduziram os impactos ambientais negativos (uso de agrotóxicos e consumo de água) ao longo do tempo. A metodologia desta pesquisa propõe uma abordagem qualitativa buscando instrumentos que possibilitem compreender a relação entre homem, natureza e tecnologia na rizicultura. A pesquisa será desenvolvida em duas etapas: a primeira consiste no levantamento de dados secundários por meio de revisão bibliográfica, e a segunda no levantamento de dados primários utilizando-se de entrevistas com diferentes atores da agricultura de Massaranduba/SC.
Plano de Trabalho
A pesquisa será realizada no município de Massaranduba/SC seguindo o cronograma de atividades abaixo: 
Levantamento de dados secundários e revisão bibliográfica: agosto e setembro de 2018; 
Identificação do público alvo e elaboração do questionário para as entrevistas: outubro de 2018; 
Entrevistas e transcrição das entrevistas ¿ novembro e dezembro de 2018, janeiro e fevereiro de 2019; 
Elaboração e entrega do relatório parcial: fevereiro de 2019; 
Tabulação, interpretação, classificação e análise dos dados: março, abril e maio de 2019; 
Elaboração do relatório final: junho e julho de 2019. 

Os projetos terão coordenação e orientação realizadas por Gilberto Friedenreich dos Santos,  Martin Stabel Garrote e Ana Paula Tabosa dos Santos Sanches.

Prazo de execução dos projetos (e atividades do bolsista): de agosto/2018 a julho/2019. 

Prazo para indicação de bolsista na FURB: até 26/07/2018. Assim estamos realizando entrevistas para selecionar o estudante que tiver o melhor perfil para executar o plano de trabalho e exigências das pesquisas aprovadas. As entrevistas ocorrem no laboratório do grupo na sala R-109, de segunda a sexta-feira das 14h até as 17h entre os dias 10/07 até 20/07. 

O interessado deve cumprir os requisitos exigidos pelo edital. Requisitos para o candidato (bolsista): 
• Estar regularmente matriculado em curso de graduação na FURB; 
• Possuir média geral de aproveitamento igual ou superior a 7,0 (sete); 
• Dispor de 20 (vinte) horas semanais, distribuídas de acordo com as atividades propostas pelo projeto; 
• Não estar inadimplente (relatórios, MIPE etc.) com a PROPEX; 
• Não possuir vínculo empregatício, não atuar em monitoria nem receber salário ou qualquer remuneração decorrente do exercício de atividades de qualquer natureza, durante a vigência da bolsa; • Não receber outra bolsa de pesquisa, extensão, institucional, monitoria, trabalho, estágio interno ou qualquer tipo de auxílio financeiro da FURB, bem como de qualquer órgão de fomento, de acordo com os termos da Resolução nº 072/2014; 
• O bolsista poderá atuar em estágio remunerado, fora do âmbito da FURB, desde que o horário de estágio não conflite com o período de execução do projeto ou prejudique a realização das atividades de pesquisa; 
• Para o programa PIBIC/CNPq ter curriculum Lattes cadastrado na Plataforma Lattes do CNPq (http://lattes.cnpq.br) com endereço de e-mail atualizado. Não poderá ser usado email @hotmail.com; • Para o programa PIBIC/CNPq ter conta corrente no Banco do Brasil. A conta não poderá ser conjunta ou conta poupança. 

Os bolsistas selecionados em entrevista deverão encaminhar documentação para contratação:

• Formulário de inscrição do bolsista, disponível no sítio da FURB (http://www.furb.br/web/3088); 
• Fotocópia do resumo de matrícula do aluno (fornecido pela Praça de Atendimento ao Estudante). 

Maiores informações 

>Gilberto Friedenreich dos Santos no (47)3321 0650 (gilbertofrieden@gmail.com)
>Martin Stabel Garrote no (47)3321-0438 (martin_stabelgarrote@yahoo.com.br).


Nenhum comentário: