"Eu sou o que me cerca. Se eu não preservar o que me cerca, eu não me preservo".
José Ortega y Gasset

domingo, 25 de julho de 2021

Uma História do Brasil pelo olhar dos viajantes

O programa "Brasil no Olhar do Viajantes" é uma produção do jornalista João Carlos Fontoura, autor de diversos documentários realizados na TV Senado. Neste documentário, uma série com quatro capítulos, ele apresenta através de sua pesquisa e entrevista com historiadores a imagem que os viajantes construíram sobre o Brasil, influenciando a formação da Europa, e que até hoje influência o próprio brasileiro na sua construção nacional. 
Perguntas como: "O que nos define como brasileiros? Nossa alegria? Nosso “jeitinho”? Nossa cordialidade?" São construções decorrentes das interpretações dos olhares desses viajantes, cheias de interferências religiosas, políticas, capitalistas, e das interpretações/conceitos construídos a respeito de nos! 

"A imagem do Brasil perante o mundo e entre os próprios brasileiros pode ter sua origem nos relatos de estrangeiros que vieram para o país séculos atrás. O Brasil é formado por muitos Brasis. Já foi Pindorama, português e também espanhol, francês e holandês" 
(TV SENADO).

É um material rico em informações e que apresenta em 232 minutos, divididos em 4 episódios uma História do Brasil pelo olhar dos viajantes. É um pontapé inicial para o estudo do tema. Se você tem interesse em pesquisar História Ambiental do Brasil, o material apresenta uma introdução, e até mesmo um guia referencial para inicio da pesquisa. Professor, o material também é didático, e pode ser trabalhado em aulas de História. Estudante e interessado, o material ajuda nos estudos sobre nossa História, saber mais sobre do porque dos problemas que temos hoje em nosso país, ou até, usar o material para se preparar para desafios como o ENEM e vestibulares. 
Assista a seguir o material que disponibilizamos através dos links:

Episódio 1

Episódio 2
https://youtu.be/qjKGpUu3Zi8

Episódio 3
https://youtu.be/xEKr4jOoa4A

Episódio 4


Referências:
01 https://www12.senado.leg.br/jovemsenador/home/noticias-1/releases/2016/07/brasil-no-olhar-dos-viajantes-nova-serie-da-tv-senado
02 https://filmow.com/brasil-no-olhar-dos-viajantes-t217383/

sexta-feira, 23 de julho de 2021

Iniciação Científica PIBIC-CNPq vai investigar a natureza e paisagem do Vale do Itajaí nas publicações da Revista Blumenau em Cadernos 1957-1960


De
 autoria do pesquisador Dr. Gilberto Friedenreich dos Santos, a pesquisa de IC Natureza e paisagem do Vale do Itajaí (SC) nas publicações da Revista Blumenau em Cadernos 1957-1960 tem como objetivo analisar as publicações da Blumenau em Cadernos publicadas entre os anos de 1957 a 1960 (...), identificando informações referentes às representações da natureza e descrições da paisagem no Vale do Itajaí, que correspondam ao período histórico de 1850 até 1950. Pretende-se com a pesquisa 1) Identificar os recursos naturais explorados no bioma Mata Atlântica, suas formas de exploração e sua importância socioeconômica e cultural; 2) Descrever as mudanças na paisagem e os processos de degradação ambiental e; 3) Sistematizar e descrever os fenômenos e desastres socioambientais de natureza climática e as consequências no desenvolvimento regional no Vale do Itajaí. 

A IC está vinculada as pesquisas  A relação sociedade e natureza no  desenvolvimento do Vale do Itajaí-Açu, iniciando em 2018, e História Ambiental do Clima e o Desenvolvimento do Vale do Itajaí-Açu, iniciada em 2020, desenvolvidos por Gilberto no Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Regional, através da linha de pesquisa História Ambiental e o Desenvolvimento Regional, com financiamento da FURB. Os resultados da IC colaborarão em apontar aspectos da relação sociedade e natureza no Vale do Itajaí, possuindo desta forma uma forte conexão com as linhas de pesquisa do programa de pós-graduação da FURB: Estado, Sociedade e Desenvolvimento Regional, e Dinâmicas Socioeconômicas no Território, e para as áreas de tecnologias prioritárias do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) - Tecnologias para o Desenvolvimento Sustentável. A IC representa um primeiro passo na análise do periódico, que é de fundamental importância para compreender a História Ambiental e o Desenvolvimento Regional do Vale do Itajaí.

No desenvolvimento da atividade o estudante envolvido (estudante FURB) realizará leituras de História Ambiental, de História do Vale do Itajaí e Blumenau, e terá acesso as primeiras publicações da Blumenau em Cadernos no período de 1957 a 1960, correspondendo ao todo 36 publicações para análise em 12 meses de pesquisa. Para isso o estudante receberá do PBIC-CNPq um valor de bolsa, e as obrigações descritas no edital. O desenvolvimento da atividade será remoto-presencial, e o estudante bolsista terá a estrutura do laboratório do grupo na sala R-109 para desenvolver as atividades presenciais-remotas, contando ainda com a assessoria de orientação do historiador Dr. Martin Stabel Garrote que junto com Gilberto coordenam o grupo de pesquisa. 

Os estudantes interessados em desenvolver a IC e receber Bolsa devem cumprir com os requisitos presentes no Edital, e entrar em contato com o professor Gilberto através do e-mail frieden@furb.br enviando uma mensagem demonstrando interesse, com seus dados pessoais de contato e em anexo link para o Currículo Lattes. Estamos aguardando a aprovação da IC, e já recebendo correspondências para agendar entrevistas para contratação para esta IC, até dia 20/08/2021.

Informações Importantes
Projeto: Natureza e paisagem do Vale do Itajaí (SC) nas publicações da Revista Blumenau em Cadernos 1957-1960
Orientador: Gilberto Friedenreich dos Santos
Contato: frieden@furb.br
Programa/Bolsa: PIBIC-CNPq
Duração:12 meses - (01/09/2021 até 31/08/2022)
Dedicação: 20 horas semanais - Recebimento de Bolsa de R$400,00 p/mês (Conta em Banco do Brasil)
Atividade: Cumprir Plano de Trabalho de Bolsista do Projeto, elaborar Relatório Parcial/Final/ apresentar oralmente o estudo em evento científico (remoto ou presencial conforme contexto COVID-19), participar das atividades do grupo de pesquisa. 
Público Alvo: estudantes graduação da FURB, cursos História; Ciências Sociais; Jornalismo; Engenharia Florestal; Ciências Biológicas e estudantes interessados em pesquisa e bolsa.

Referências
Figura:
http://hemeroteca.ciasc.sc.gov.br/blumenau%20em%20cadernos/_capas/capas%20menores/1957-1958/n.01.tomo1.1957.jpg
Informações da pesquisa:
Sistema Sipex FURB
Editais de Pesquisa FURB, disponível em:
https://www.furb.br/web/1313/institucional/editais/bolsa-de-pesquisa/13



segunda-feira, 19 de julho de 2021

História Ambiental no 31º Simpósio Nacional de História - ANPUH


No 31º SNH da ANPUH dois Simpósios Temáticos abordarão a História Ambiental, envolvendo os temas Ciência, Fronteiras, Biodiversidade, Território, Política e Memória. No ST 058, História Ambiental: Ciência, Fronteira e Biodiversidade, coordenado por Eunice Sueli Nodarina, Lise Fernanda Sedrez e Sandro Dutra e Silva

"[...] visa reunir pesquisadores(as) com diferentes formações acadêmicas, dedicados(as) aos estudos ambientais em perspectiva histórica, para apresentar e discutir suas pesquisas. O ST adota três eixos para a discussão: ciência, como lugar da produção do conhecimento e da interpretação das sociedades humanas em interação com o mundo biofísico; a fronteira, móvel e dinâmica, espaço de contato entre diferentes grupos humanos e não humanos, lugar da alteridade e do conflito, e da descoberta de novas situações; biodiversidade, compreendida como parte dos ecossistemas e como patrimônio que resulta das múltiplas relações entre natureza e cultura. O ST valorizará a abordagem da História Ambiental Global, por promover a compreensão de complexidade dos processos socioambientais e acolherá trabalhos que tenham como temas: relações entre ciência e sociedade em perspectiva histórica; interações entre cultura e natureza; biodiversidade nas fronteiras; ciência, políticas e práticas de conservação da biodiversidade; história da ciência; a natureza como objeto da ciência; transformações da paisagem em regiões de fronteira; biomas brasileiros no olhar da ciência; circulação global de ideias, experiências, pessoas, micro-organismos, plantas e animais; patrimônio cultural, ciência e biodiversidade, entre outros".


No ST 059 História Ambiental: território, política e memória, coordenado por Ilsyane do Rocio Kmitta, Janes Jorge e Wesley Oliveira Kettle

"A história ambiental tem registrado e problematizado diferentes perspectivas sobre a sustentabilidade e sobre os conflitos socioambientais que eclodem em diferentes contextos e temporalidades, desde temas clássicos, como a expansão do agronegócio sobre áreas naturais e os povos que ali viviam até novos desafios como o negacionismo. Agregamos a isso, os desafios da sustentabilidade e desenvolvimento seja em âmbito local, quanto regional ou global; os movimentos sociais, a antropização dos espaços, as paisagens culturais, as transformações naturais do mundo contemporâneo são temáticas que exigem estudos no campo das ciências humanas. O intuito é propiciar o diálogo entre diferentes abordagens teórico metodológicas e viabilizar a troca de informações entre pesquisadores, reunindo trabalhos que investigam as correlações entre História, território, política, memória e natureza, incluindo a dimensão simbólica".


Fonte: 
https://www.snh2021.anpuh.org/simposio/public?fbclid=IwAR0yZq_zyilQ93u3trbcEvbV-oF-mHaDgcppqWSbWrq6EiVY3SHmSmfoYxc

quarta-feira, 7 de julho de 2021

Sociedade, Natureza e Desenvolvimento no Vale do Itajaí-Açu

F
oi aprovada a Iniciação Científica Sociedade, Natureza e Desenvolvimento no Vale do Itajaí-Açu, e ela contará com dois estudantes-pesquisadores da graduação de História da FURB, Suzana Beatriz Peters e Juliano João Nazário, que receberão auxílio de bolsa pesquisa pelo UNIEDU, Estado de Santa Catarina. A IC de autoria do pesquisador Dr. Gilberto Friedenreich dos Santos está 
vinculada ao Projeto Guarda Chuva do Grupo de Pesquisa de História Ambiental do Vale do Itajaí (GPHAVI), que atua no Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR) da Universidade Regional de Blumenau por meio das linhas de pesquisa História Ambiental e Desenvolvimento Regional. Os resultados apontarão aspectos da relação sociedade e natureza no Vale do Itajaí-açu, possuindo desta forma uma forte conexão com as linhas de pesquisa do programa de pós-graduação da FURB: Estado, Sociedade e Desenvolvimento Regional, e Dinâmicas Socioeconômicas no Território. 

Segue o resumo do Projeto de IC aprovado e em desenvolvimento pelos estudantes-pesquisadores bolsistas:

Desde o início do processo de colonização do Vale do Itajaí a natureza tem influenciado a ocupação e desenvolvimento da região. E o clima é um dos elementos da natureza que tem se revelado dinâmico e complexo, que viabiliza o seu estudo em duas abordagens. A primeira o clima pode atuar de forma positiva ou negativa na sociedade, ou seja, pode condicionar o desenvolvimento ou uma crise. A segunda abordagem trata da questão da adaptação às novas e diferenciadas condições ambientais aqui encontradas pelos imigrantes europeus. A investigação histórica das cartas dos imigrantes europeus e dos registros e relatos dos viajantes, e dos relatórios do Dr. Blumenau são importantes fontes de informações sobre os elementos do clima e os fenômenos a ele associados que são frequentemente citados ao interferirem no cotidiano e desenvolvimento da Colônia Blumenau. Os registros sobre o clima do Vale do Itajaí no século XIX estão dispersos em diversos documentos. O objetivo geral é analisar a história ambiental do clima do Vale do Itajaí-açu desde a colonização europeia (segunda metade do século XIX) até o início do século XX e a influência no desenvolvimento econômico, político e social. Os objetivos específicos são: 1) Levantar e analisar dados e informações sobre os elementos do clima; 2) Sistematizar e descrever os fenômenos e desastres socioambientais de natureza climática (impactos negativos do clima) e as mudanças nos processos econômicos, políticos e sociais registrados pelos viajantes, imigrantes e Dr. Blumenau; 3) Sistematizar e descrever o clima como elemento condicionador no desenvolvimento da região (impactos positivos do clima) registrado pelos viajantes, imigrantes e Dr. Blumenau; 4) Identificar e descrever as impressões dos viajantes, imigrantes e do Dr. Blumenau sobre as condições climáticas e sua influência na adaptação dos imigrantes. A pesquisa a ser realizada será de caráter histórico descritiva, com fontes documentais e bibliográficas, utilizando como base materiais disponíveis em arquivos históricos e bibliotecas da região, e internet. O projeto de pesquisa está associado ao conhecimento produzido pela História Ambiental que tem muito a contribuir com os temas dos fenômenos climáticos, desastres socioambientais, da vulnerabilidade e sobre o risco das sociedades.

Maiores informações com Gilberto frieden@furb.br 

sexta-feira, 2 de julho de 2021

17 anos de Grupo de Pesquisa

No último dia 5 de junho foi comemorado a 17º Aniversário do Grupo de Pesquisas de História Ambiental do Vale do Itajaí. O grupo surgiu através de uma parceria entre um estudante e professor no curso de História da FURB, através de uma Iniciação Científica. Característica que perdura até hoje, e que marca a principal atividade do grupo, a Iniciação Científica. Selecionamos algumas lembranças, imagens de momentos de nossa trajetória, das pessoas envolvidas, professores, estudantes e participantes.  







































quinta-feira, 1 de julho de 2021

Olá gphavianos, seguidores e leitores, durante 2020 o nosso GPHAVI sobreviveu. Foi o ano da Covid-19, do isolamento social, e do aprimoramento de novas formas de trabalho, não perfeitas, mas que foram se adequando e possibilitaram dar continuidade nas atividades do grupo.  

Durante 16 de março até 22 de dezembro nossas atividades foram remotas. Realizamos mais de 45 encontros virtuais principalmente para tratarmos de orientações e conversas para fluir os estudos. Ao todo tivemos sete estudantes com atividades de IC, e ainda contamos com 3 estudos na pós-graduação. Dos estudos conseguimos um artigo publicado em revista, mas os pesquisadores e bolsistas tb publicaram, e ao todo tivemos 5 artigos em periódicos, e 6 resumos publicados em eventos. 

Foi o ano que aprimoramos nossos canais com as redes sociais, com espaços no facebook e no youtube. Nosso blog obteve mais de 20 mil acessos em 2020. E seguimos:

- Laboratório Fechado

- Atividades remotas

Não houveram postagens no blog durante o primeiro semestre de 2021. Durante esse período o grupo esteve concentrado realizando as seguintes atividades:

-  Orientações de Iniciação Científica PIPe, FUNDES e PIBIC CNPq

- Orientações e atividades de pós-graduação.

Em breve postaremos mais conteúdos atualizando as atividades do grupo.

Quer acompanhar o que acontece no campo da História Ambiental , clique aqui!


terça-feira, 22 de dezembro de 2020

Encontro para o encerramento das atividades 2020

Imagens do nosso encontro de encerramento via web conferência que ocorreu no dia 22 de dezembro de 2020 19h15min. No encontro foram apontados os pontos positivos das atividades do grupo durante o ano, em destaque as iniciações que encerraram e iniciaram com todos os cortes, tratamos das publicações, sobre o encontro de grupos de HA e muito mais. Foi um ano diferente, difícil, mas também  positivo. A primeira reunião ficou para dia 27 de janeiro de 2021 no mesmo horário, 19h15min.






 

sexta-feira, 11 de dezembro de 2020

I Encontro Virtual de Grupos de Pesquisa e Laboratórios de História Ambiental do Brasil

Aconteceu entre os dias 10 e 11 de dezembro o I Encontro Virtual de Grupos de Pesquisa e Laboratórios de História Ambiental do Brasil, organizado pelos pesquisadores do LabHeN - Laboratório de História e Natureza da UFRJ. Foi um evento muito importante para a História Ambiental. Aproximou muitos grupos de pesquisa, trouxe um panorama do estado da arte, e conhecimentos importantes para o desenvolvimento da História Ambiental no Brasil.



O evento foi transmitido ao vivo e está disponível no canal do LabHeN. Clique aqui e acesse a playlist que te dará acesso a todo o evento. Na ocasião o nosso grupo de pesquisa foi apresentado pelo pesquisador Martin, que destacou a História do grupo, as atividades na pós-graduação e graduação, as atividades de pesquisa e extensão. Foi uma oportunidade impar e uma enorme satisfação em observar que estamos no caminho certo. Assistam nesse bloco 2, clique aqui.