Cada dia a natureza produz o suficiente para a nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não haveria pobreza no mundo e ninguém morreria de fome
Mahatna Gandhi

terça-feira, 7 de março de 2017

Breve história do ambientalista Lauro Eduardo Bacca



Bacca e Nélcio Lindner, 1969
Sou blumenauense nato, filho de pai gasparense que residiu 90 anos em Blumenau e de mãeblumenauense, da família Sada. Descendo de imigrantes italianos das famílias Zendron, Bacca e Sada, da brasileiríssima família Jacinto, do lugar Carijós, hoje bairro no município de Indaial e de imigrantes alemães da família Zimmermann, com prováveis ancestrais mais antigos de origem árabe e outros, o que permite dizer que somos, a exemplo de tantas outras famílias brasileiras, uma autêntica “salada genética”, com predominância de italianos das regiões de Trento (sobrenomes Bacca e Zendron) e Milão (Sada). Os Zendron emigraram da localidade de Valda, não muito longe de Trento também.




Publicado no blog do colega Adalberto Day, Bacca narra um pouco de sua história. Para ver na integra clique aqui.

Nenhum comentário: